Projeto de retrofit reduz 30% do consumo de energia do Robocop, empreendimento ícone de São Paulo

São Paulo 25/11/2020 –

Johnson Controls atuou na renovação da automação predial, controle de acesso, sistema de CFTV e na melhoria da performance do ar-condicionado do Complexo Corporativo Centenário

Famosa por modernos e imponentes complexos corporativos, a região da avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, no bairro do Brooklin, em São Paulo, entrou de vez no hall dos endereços mais conhecidos e cobiçados da cidade no fim dos anos 90, com o lançamento do Complexo Corporativo Centenário. Apelidado de Robocop, graças à sua fachada de metal com um quê futurista, tornou-se referência de vanguarda no entorno. E para manter-se em linha com a inovação que sempre o caracterizou, a BR Properties, uma das maiores companhias de investimento em imóveis comerciais do Brasil e proprietária do empreendimento, investiu em um retrofit com foco na modernização e eficiência da construção, além de buscar uma redução dos custos operacionais, visando aumentar o conforto do usuário.

Com investimento de cerca de R$ 12 milhões, o projeto, reconhecido pelo Prêmio Master Imobiliário deste ano, contou com soluções da Johnson Controls para viabilizar ou aprimorar a automação predial, o controle de acesso, o CFTV (circuito fechado de TV), além de promover uma melhor performance do ar-condicionado.

A modernização do complexo, feita com o prédio em operação, resultou em uma diminuição de aproximadamente 30% no consumo de energia. “Isso equivale a R$ 40 mil reais por mês. Além disso, tivemos reduções significativas no gasto com manutenção e operação”, aponta Lucio Soares, Gerente Predial na BR Properties. Segundo ele, como a automação e algumas etapas do projeto foram finalizadas no início da pandemia, não sendo possível medir os resultados com todo o sistema integrado e em pleno funcionamento, o impacto na redução de gastos com energia pode ser ainda maior.

Para além do consumo de energia, a tecnologia da Johnson Controls transformou também a nova central de ar-condicionado do prédio, com o emprego do moderno e compacto chiller com mancal magnético. Por se tratar de um equipamento mais leve, eficiente energeticamente e com baixa manutenção, resultou em uma redução de custo e integração simples com o sistema de automação e infraestrutura elétrica.

Totalmente alinhado ao momento, o controle de acesso do empreendimento também foi modernizado, dispensando o uso de cartões e sendo realizado agora por biometria facial. A novidade é capaz ainda de medir a temperatura corporal e checar o uso de máscara. “O sistema nos trouxe agilidade operacional e integração, além de apoiar a triagem manual e garantir o distanciamento social do colaborador que faz a medição e os usuários que frequentam o empreendimento”, analisa Soares.

“As soluções implementadas pela Johnson Controls tiveram impacto relevante em inovação e estão diretamente relacionadas à eficiência energética e confiabilidade operacional dos equipamentos”, analisa. “A automação com a solução totalmente integrada nos trouxe a facilidade de entender e diagnosticar rapidamente vários problemas que poderiam causar desconforto e gerar reclamações. Tivemos, por exemplo, uma redução significativa nas reclamações relacionada ao conforto térmico que acaba sendo um dos grandes vilões de um edifício”, completa o Gerente Predial na BR Properties.

Thiago Ribeiro, Coordenador de Serviço e Operações da divisão Tecnologia e Soluções de Construção da Johnson Controls, ressalta que o trabalho no Complexo Corporativo Centenário foi muito além de uma renovação estrutural. “Houve uma mudança de conceito, com um controle maior do ambiente de forma integrada e de fácil acesso, conferindo inteligência sem igual ao empreendimento.”

Artigo de