Carolina de Jesus recebe título da UFRJ

Escritora será homenageada pela escola de samba Colorado do Brás no próximo Carnaval 

Escritora Carolina de Jesus. Foto: Reprodução

Considerada uma das primeiras escritoras negras do Brasil, Carolina de Jesus recebeu o título de Doutora Honoris Causa, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em uma homenagem póstuma. Carolina é autora da obra “Quarto de Despejo ─ Diário de uma Favelada”, publicado no ano de 1960.

Carolina Maria de Jesus nasceu em 1914, na cidade de Sacramento, em Minas Gerais, e se mudou para São Paulo em 1937. Filha de pais analfabetos, Carolina entrou para a escola aos 7 anos, onde aprendeu a ler e escrever e desenvolveu o gosto pela leitura. Vivendo na capital paulista, foi catadora de papel, e nas horas vagas, registrava o cotidiano da favela do Canindé ─ onde morava ─ em cadernos que encontrava entre os materiais que recolhia.

Carolina vendeu 3 milhões de livros, em 16 idiomas, e com seu trabalho, viajou pelo Brasil e atraiu milhares de pessoas por onde passou, entre elas, a também escritora Clarice Lispector. Carolina faleceu aos 62 anos, em São Paulo, vítima de uma insuficiência respiratória. 

No próximo Carnaval, a escola de samba Colorado do Brás homenageará a escritora, com o tema: “Carolina ─ A Cinderela Negra do Canindé”. A obra será desenvolvida pelo carnavalesco André Machado.

Confira o samba oficial da escola, composto por Thiago Sukata, Turko, Rafa do Cavaco, Claudio Mattos, Maradona, Valêncio, Luan e Thiago Meiners, em homenagem a Carolina de Jesus:

Victoria Vianna