Postura X Ergonomia: como manter uma boa postura no trabalho

São Paulo, SP 23/9/2020 – “A ergonomia tem o objetivo de promover a interação do funcionário com seu ambiente laboral e garantir conforto, segurança e bom desempenho em suas atividades”

A produtividade de uma pessoa trabalhando está diretamente ligada ao seu bem-estar e à sua qualidade de vida. Um ambiente de trabalho ergonômico e agradável é fundamental para a promoção desses fatores.

A produtividade e o engajamento de uma pessoa com o seu trabalho está diretamente ligada ao seu bem-estar e à sua qualidade de vida. Afinal, uma pessoa que sente qualquer tipo de desconforto no escritório – visual, sensorial ou físico – não desempenhará suas atividades de forma adequada e produtiva. Neste sentindo, oferecer ambientes que promovam a sensação de bem-estar torna-se fundamental. 

Sabendo disso, as grandes corporações estão cada vez mais atentas em criar ambientes, escritórios ou home office, que promovam esses ganhos da forma onde todos, empresas e funcionários, se beneficiam. São diversas as formas de transformar esses ambientes para que sejam agradáveis e confortáveis. Contudo, a Arquiteta Julianna Pirani, do Estúdio JCubo, alerta que não é apenas com iluminação natural, presença de vegetação e espaços “descolados” que se promove o bem-estar. A ergonomia também tem um papel fundamental a contribuir. “A ergonomia moderna tem o objetivo de promover a interação do funcionário com seu ambiente laboral e garantir máximo conforto, segurança e bom desempenho em suas atividades”, diz a arquiteta. 

Com ela, é possível proporcionar diversos benefícios aos colaboradores e, consequentemente, à organização. Afinal, um profissional que sente desconforto na coluna ou dores ao realizar suas atividades, não produzirá de forma adequada e, ainda, colocará em risco sua saúde. 

 

A IMPORTÂNCIA DE UMA POSTURA ADEQUADA DURANTE A JORNADA DE TRABALHO 

A Revista Brasileira de Saúde Ocupacional aponta, em um dos seus artigos, que durante a jornada de trabalho é fundamental manter uma postura correta, pois a musculatura sofre grandes consequências causadas pelo estresse e tensão.  A postura incorreta pode trazer esgotamento físico e emocional ao profissional, diminuindo o rendimento e trazendo problemas como enxaqueca, lombalgia, hipercifose, tendinite e até doenças crônicas como escoliose e hérnia de disco. 

Por isso, é importante que os profissionais, principalmente os que atuam durante horas sentados, adotem hábitos posturais corretos e executem suas atividades em uma cadeira ergonomicamente correta e confortável. 

 

COMO PREVENIR PROBLEMAS DE SAÚDE EM DECORRÊNCIA DE UMA MÁ POSTURA NO TRABALHO? 

Uma solução simples, seria a aquisição de cadeiras de trabalho que apresentem alto nível ergonômico. “A cadeira de trabalho é peça-chave nesse ambiente pois é nela que trabalhamos entre 8h e 9h por dia – quase ou o mesmo tempo que dormimos em nossos colchões. Escolher uma cadeira que tenha Certificação ABNT, Laudo Ergonômico, ajuste de altura, apoia-braço e ajuste de profundidade, como por exemplo a Cadeira 64, da Giroflex-Candall,  é um investimento para a saúde”, ainda diz a Arquiteta.

Ao escolher uma cadeira é importante verificar o conforto e a possibilidade de mobilização, pois os movimentos previnem úlceras de pressão, melhoram a circulação sanguínea e aliviam a rigidez, tanto dos músculos, quanto das articulações (SEYMOUR, 1995).

Além das cadeiras ergonômicas, para prevenir problemas de saúde e garantir o bem-estar, a Norma NR-17 recomenda outras soluções como a utilização de mesas confortáveis e dentro das medidas corretas, adaptadores para altura dos monitores, suportes para notebooks e apoio para os braços e pés. 

Por último e não menos importante,  adquirir hábitos como fazer intervalos durante o período de trabalho, praticar ginástica laboral, realizar alongamentos, mudar de posição com frequência, intercalar atividades e fazer pausas são importantes para manter uma boa hidratação do disco intervertebral e assim garantir uma boa saúde física, emocional e mental dentro da jornada de trabalho. 

 

Referências bibliográficas

SALVE; BANKOFF. Postura Corporal: um problema que aflige trabalhadores. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional. 2003. 

BOLIS. Contribuições da Ergonomia para a melhoria do trabalho e para o processo de emancipação dos sujeitos. USP. 2011. 

LACOMBE. Ergonomia: boas práticas para manter uma boa postura. 2018. 

Website: http://www.candall.com.br/

Artigo de