Comida caseira e alimentação saudável ganha destaque na quarentena

Cuidados da alimentação em meio a pandemia do coronavírus.

(Ev​ genyatamanenko/Thinkstock/Getty Images)

Nos últimos meses diante da pandemia do coronavírus, a tarefa de manter-se isolado da própria família e do mundo exterior não é nada fácil, mas é necessário para que possam controlar o contágio do vírus. Muitas pessoas mudaram seus hábitos, seja na forma de ver o mundo e até mesmo de se alimentar, inclusive é muito importante repensar a nossa relação com a comida, pois por diversas vezes o ato de ‘’comer’’ passa a ser automático, não damos a devida atenção para o quê, e de qual forma estamos nos alimentando.

O isolamento social deu uma oportunidade de se organizar melhor e executar as tarefas do dia a dia com mais calma, logo muitas famílias foram obrigadas a encarar diariamente o forno e o fogão, aderindo uma melhor alimentação a fim de evitar também refeições via delivery. Com isso, a busca por verduras e leguminosas aumentou 2,4 durante a pandemia, segundo o Estudo NutriNet Brasil.

Vale ressaltar que uma das milhares de vantagens da modernidade que podem ser apreciadas a qualquer momento é o fácil acesso online à receitas e dicas que ajudam os experientes na culinária a expandir o cardápio e os novatos a não errar no básico: Como fazer um arroz e feijão.

Deixo um recado essencial: Para fortalecer o sistema imunológico, como um combustível essencial no combate a doenças, vírus, bactérias e infecções, é necessário manter um cardápio rico em nutrientes e vitaminas é algo indispensável.

Artigo de ,

Kathelin Malafaia