Mestres da Passarela – Leonardo Silva

Foto: Acervo pessoal

O atual mestre-sala oficial da Morro da Casa Verde, Leonardo Silva de Souza, nasceu em Ribeirão Pires (SP), mora em Mauá (SP) e é pai de 2 meninas.

Léo, como é conhecido por todos, iniciou sua trajetória no ABC Paulista. Seus grandes incentivadores para a dança foram os mestres, Gilson Santos e Adriana Teixeira, casal de mestre sala e porta bandeira a qual são até os dias de hoje, amigos e conselheiros.

Ele foi aluno da Associação de mestres-sala, porta-bandeiras e estandartes do estado de São Paulo – AMESPBEESP, onde teve a oportunidade de aprender as técnicas e arte do bailado. Nos dias atuais, Léo, é instrutor de mestre-sala na instituição Cisne do Amanhã, onde além da dança ensina seus alunos a importância de ser dedicado, disciplinado e ter amor à arte.

A sua estreia como mestre-sala foi na Colorado do Brás e logo em seguida, foi convidado pela porta-bandeira à época da Acadêmicos do Tucuruvi, Thais Paraguassu para ingressar no quadro de casais da agremiação.

O mestre-sala já mostrou seu talento em diversas escolas , tais como, capital: Primeira da Aclimação, Nenê de Vila Matilde, Independente Tricolor, Amizade Zona Leste; baixada santista: Real Mocidade Santista; Mauá : União da Vila; Santo André: Leões do Vale e Suzano : Pérola Negra.

Segundo Léo, um momento especial em sua trajetória foi a vitória no carnaval 2020. Ele diz ainda : “pude colaborar com o título da Morro de Casa Verde, trazendo nota máxima com a minha dama, Camila Moreira ”.

Um mestre-sala, além de saber dançar, precisa saber ser o guardião do pavilhão e da dama, essa é a grande missão, afirma Léo.

A mensagem que ele deixa para todos é: “ nada é certo, tudo é incerto; vivam o hoje, ame sua arte e tenha humildade. ” Em 2021 ele deseja um lindo e espetacular carnaval no Sambódromo, junto com a verde e rosa.

Artigo de

Vany Franco