Livro “Abaixo a censura” objetiva investigar e desmascarar mecanismos que não são tão óbvios utilizados por inimigos das liberdades

Rio de Janeiro, RJ 8/3/2021 – Antes da censura institucionalizada e ostensiva existe a barreira do silêncio.

A obra aborda a censura de uma maneira didática e inusitada, mostrando-a através do olhar de conhecidas personalidades da história, que terão, numa trama ficcional policial, a missão de desnudar e denunciar essa grande inimiga das liberdades.

O livro propõe uma abordagem didática sobre a censura e seus perigosos desdobramentos. Segundo a Editora Barra Livros, o que torna sua leitura mais agradável é o casamento que o autor conseguiu fazer da ficção policial com uma discussão filosófica sobre um problema real, tendo como personagens principais figuras como Freud e Durkheim. Essas grandes mentes vão investigar e desmascarar a censura, revelando assim, seus obscuros meandros.

Sobre o tema central de seu livro, diz o autor: “Antes da censura institucionalizada e ostensiva existe a barreira do silêncio. Ela impede que as pessoas falem (silêncio subjetivo) e impede que determinadas coisas sejam ditas (silêncio objetivo). A censura é forma sub-reptícia de magistério social: impõe o que não devemos pensar, sentir e falar. Mas, ao seu lado – verdadeiramente como seu anverso – há outra forma invisível de magistério social, determinando o que e como devemos pensar, sentir, falar e agir.”

É importante entender os perigos que a normalização de práticas como a perseguição a jornalistas e a órgãos da imprensa pode significar para as liberdades civis. Pensando nisso, a Barra Livros Editora recomenda a leitura desse livro, de autoria do jurista e filósofo Sérgio Sérvulo da Cunha.

Para mais informações sobre o livro, basta acessar a página:
https://www.lojabarralivros.com/abaixo-a-censura

Website: http://www.barralivros.com

Artigo de