No futuro, máquinas poderão alertar sobre perigo e evitar acidentes de trabalho

19/2/2021 –

Para o pesquisador Héctor Azpúrua, membro do Instituto dos Engenheiros Eletrônicos e Eletricistas (IEEE), maior organização técnico-profissional do mundo dedicada ao avanço da tecnologia em benefício da humanidade, esses benefícios serão observados na indústria 4.0

A chegada da tecnologia 5G ao Brasil vai melhorar a comunicação entre máquinas em empresas que adotam o conceito de indústria 4.0 e a capacidade de tomada de decisão de robôs móveis ou dispositivos que operem sem coordenação centralizada. Ao trabalhar de forma cooperativa e inteligentes, esses equipamentos poderão emitir alertas automáticas em situações perigosas, potencialmente evitando acidentes no trabalho. A percepção é de Héctor Azpúrua, membro do Instituto dos Engenheiros Eletrônicos e Eletricistas (IEEE) e pesquisador do Instituto Tecnológico Vale (ITV) em Ouro Preto, Minas Gerais.

Por reduzir a latência e permitir o tráfego de um grande volume de dados, a comunicação com redes 5G vai facilitar a operação remota de retroescavadeiras e outras máquinas pesadas em locais perigosos, evitando que motoristas se exponham a algum risco. “A máquina poderá ser acionada à distância por um trabalhador dentro de um local seguro”, afirma o pesquisador.

Dispositivos robóticos de menor tamanho com inteligência embarcada poderão se beneficiar do controle a distância ou de capacidades cooperativas para a inspeção de ambientes perigosos, como tubulações, galerias, túneis e minas subterrâneas.

Além de contribuir para o avanço da segurança ocupacional, a melhoria da comunicação entre máquinas poderá ajudar a melhorar a eficiência de processos e evitar acidentes que prejudiquem o meio ambiente. A sincronização entre dispositivos, inteligência artificial e o sensoriamento contínuo, poderá permitir ainda a detecção de desperdícios ou emissões indesejadas mesmo que em pontos distantes, evitando danos ao meio ambiente. 

As principais tendências tecnológicas para 2021

Inteligência Artificial e Machine Learning, 5G e Internet das coisas (IoT) serão as tecnologias mais importantes em 2021, de acordo com novo estudo do IEEE .

Chief Information Officers (CIOs) e Chief Technology Officers (CTOs) foram pesquisados em relação a oportunidades, desafios e principais tendências tecnológicas para 2021.

O Levantamento de dados foi realizado online com o total de 350 CIOs/CTOs no Brasil, Estados Unidos, China, Índia e Reino Unido.

Principais Resultados do Estudo no Brasil:

  • 86% dos brasileiros pesquisados trabalhariam lado a lado com um robô, sendo 38% dos pesquisados a favor de robôs para a exploração científica e 16% dos pesquisados para o uso de robôs em cuidados hospitalares;
  • 40% dos brasileiros pesquisados acreditam que a adoção a tecnologia 5G acelerou devido à pandemia;
  • 26% dos brasileiros pesquisados acreditam que a 5G será uma das tecnologias mais importantes em 2021;

O IEEE é a maior organização profissional técnica do mundo dedicada ao avanço da tecnologia em benefício da humanidade. Seus membros inspiram uma comunidade global a inovar para um futuro melhor por meio de seus mais de 420.000 membros em mais de 160 países. Suas publicações, conferências, padrões de tecnologia e atividades profissionais são recomendadas por diversos especialistas. O IEEE é a fonte confiável para informações de engenharia, computação e tecnologia em todo o mundo.

Artigo de