ANUP prorroga inscrições para o Desafio pela Primeira Infância

Brasília – DF 28/8/2020 – Acreditamos que a universidade tem papel fundamental na formação e preparação dos futuros profissionais para garantir o pleno desenvolvimento das crianças

A Associação Nacional das Universidades Particulares (ANUP), em parceria com a fundação holandesa Bernard van Leer, e cooperação técnica da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI), prorrogou as inscrições para o Desafio Universitário pela Primeira Infância, uma iniciativa importante que busca projetos universitários que tragam novas soluções para problemas que atingem bebês e crianças de até 06 anos e promovam qualidade de vida em diferentes áreas. Serão aceitas as propostas até o dia 30 de agosto, através do site.

O Desafio Universitário pela Primeira Infância busca iniciativas que tragam novas soluções para problemas que atingem nossos bebês e crianças. Por isso, vai oferecer mentoria nacional e internacional especializada, acelerar a sua ideia, oferecer uma imersão no tema e te inserir no campo do empreendedorismo social.

A primeira infância é o período que corresponde aos primeiros seis anos de vida do ser humano. Nas últimas décadas, a Neurociência e a Economia validaram mais concretamente conhecimentos da Pediatria, Psicologia, Biologia, Ciências Sociais, entre outras, em relação à importância das condições e experiências vividas no começo da vida. Segundo o economista americano James Heckman, prêmio Nobel de Economia de 2000, cada dólar investido nessa fase da vida traz até 13% de retorno para a sociedade.

Com a missão de impulsionar o envolvimento das Instituições de Ensino Superior (IES) do Brasil com a temática da primeira infância, a fim de promover um melhor desenvolvimento infantil por meio de cidades mais sustentáveis e amigas das crianças e relações de parentalidade mais saudáveis, a ANUP se propõe a realizar uma transformação social nesta temática.

“Acreditamos que a universidade tem papel fundamental na formação e preparação dos futuros profissionais para garantir o pleno desenvolvimento das crianças brasileiras. Esse desafio vem para ampliar a elaboração de soluções práticas para questões ligadas à parentalidade – família como promotora do desenvolvimento das crianças na primeira infância – e cidades amigas das crianças”, explica a presidente da ANUP, Elizabeth Guedes.

Inscrições prorrogadas
Devido ao momento extraordinário causado pela pandemia do novo coronavírus e, consequentemente, os diversos desafios enfrentados pelas IES, as inscrições do Desafio foram prorrogadas até o dia 30 de agosto. As informações estão disponíveis no site do Desafio.

Grupos formados por, pelo menos, dois alunos de qualquer graduação, e um docente de instituições de ensino superior, privadas e públicas, de todo o país, podem participar e contar ainda com um programa de aceleração durante todo o processo de seleção.

Para se inscrever no Desafio, basta preencher um formulário simples, on-line, na página do Desafio Universitário pela Primeira Infância – desafiouniversitario.com.br, explicando como a iniciativa vai incluir a temática da primeira infância em uma determinada disciplina, curso de bacharelado, licenciatura ou tecnológicos de formação superior, em um departamento e/ou na Instituição de Ensino Superior como um todo.

Durante as outras etapas do Desafio, os participantes selecionados serão acelerados interagindo com especialistas na área, conectando-se com os outros grupos do país, além de receberem mentoria/capacitação individual com especialistas em inovação social e avaliação de projetos sociais. Os projetos finalistas estarão em um livro editado pela Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI), parceira deste Desafio, que será lançado tanto em formato físico quanto digital, em português e espanhol, disponibilizado pela instituição em todos os países em que está presente.
Ao final, serão escolhidas até 3 (três) propostas, que receberão o valor de R$ 10 mil (dez mil reais) cada, como recurso para colocar a iniciativa em prática em 2021.
As iniciativas vencedoras vão ganhar ainda um certificado, além de visibilidade por meio de divulgação nos canais de comunicação dos organizadores e parceiros. Outra bonificação é a participação em webinar exclusivo com profissionais do Chile e da Colômbia, especialistas em Primeira Infância, com objetivo de ampliar seus conhecimentos com conteúdos e interações internacionais. Também será oferecida mentoria com os consultores da empresa ponteAponte, responsável pela execução do Desafio, durante o processo de implementação da iniciativa, no segundo semestre (total de aproximadamente 8 horas), com direito a certificado aos participantes.

Sobre a ANUP

Desde 1989 a ANUP trabalha em prol da educação no Brasil, intermediando a relação entre o poder público e as instituições de ensino superior privadas. É uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, fundada para defender os interesses das universidades, faculdades e centros universitários particulares, estabelecendo o diálogo e a colaboração com os Poderes Públicos. A associação tem como principal objetivo melhorar a qualidade do ensino superior. Atualmente conta com 246 instituições associadas e presentes em todo o país.

Website: http://desafiouniversitario.com.br

Artigo de