AMESPBEESP

amesp100902
O Menino na mangueira- Parte 2

João Ricardo nos ensaios que se seguiram se esmerou ainda mais para fazer bonito no Palácio do Samba, ele e sua dama eram em muito empenho isso fazia crescer ainda mais o volume de dança do Casal. A Costureiras da escola estavam firmes na aplicação de novos bordados e na restauração da fantasia, ja que …

O Menino na mangueira- Parte 2 Leia mais »

2308amesp
O Menino na Mangueira- Parte1

Os anos 80 iam embalados pelos ares da  democracia conquistada a poder de muitas lágrimas e morte no nosso Brasil varonil. As Escolas de samba participaram deste processo sempre fortes e resistentes realizando seu papel social e democrático, que é de reunir em suas quadras o branco,  preto, o rico o pobre,o favelado e a …

O Menino na Mangueira- Parte1 Leia mais »

amesp_jubileu
Nos terreiros do samba (Parte final)

Além dos cursos de formação básica e aperfeiçoamento na Capital, nestes 25 anos realizamos em várias regiões do estado, cursos, workshop e palestras para muitos afins. Influenciamos para melhorar a redação do quesito e formação de jurados tanto na Liga como na Uesp e Fesec. Todos os membros da associação, diretores, instrutores e colaboradores o …

Nos terreiros do samba (Parte final) Leia mais »

terreiros3
Nos Terreiros de samba (Parte 3)

A Nossa Amespbeesp segue em sua odisseia vitoriosa, agora já no século XXI com novas parcerias de Presidentes acreditando no nosso trabalho, abrem as portas com mais facilidade para realizarmos o nosso curso. Assim foi com Marco Antonio Silva o Marquinhos da Tom Maior, que nos recebeu em seu terreiro no alto do Sumaré e …

Nos Terreiros de samba (Parte 3) Leia mais »

amespbespterreiro2
Nos Terreiros do Samba (Parte 2)

Após a fundação em junho de  1995 tivemos seis meses de ajustes para em 96 começar colocar nossos projetos em prática, assim em janeiro deste ano, adentramos no Terreiro (quadra) da Unidos do Peruche para o nosso primeiro e grande desafio que foi a realização do Primeiro Workshop para Mestre Sala Porta Bandeira e Estandarte …

Nos Terreiros do Samba (Parte 2) Leia mais »

WhatsApp-Image-2020-06-23-at-00.00.29
Nos terreiros do samba parte 1

A nossa associação vai caminhando há 25 anos sem perder a razão de sua criação. Nosso estatuto até tem recreação, mas a função principal da nossa existência é manter a tradição da dança através da formação básica, levando este conteúdo a todo o estado de São Paulo. Assim trilhamos este caminho, levando luminosidade e prazer, por intermédio …

Nos terreiros do samba parte 1 Leia mais »

ednieamesp-818x1024
Dois Ases e uma Dama

    Eles formam o trio que vem administrando a nossa Associação, nestes 25 anos de existência, vieram da dança se integraram no grupo e dão o seu melhor em favor do Mestre Sala , da Porta Bandeira e da Porta Estandarte em nosso Estado. Desenvolveram em suas Administrações, com suas Diretorias e abnegados, uma …

Dois Ases e uma Dama Leia mais »

ilustração porta-bandeira
Primeira dama (parte 2)

A partir dos desfiles de 1968, foi criada uma cartilha para avaliar as entidades que o grande público conhece como “Quesitos”. Ao longo dos anos, eles foram se adaptando para a realidade do samba de São Paulo, a partir da oficialização da disputa pelo poder público, muitas entidades nasceram enquanto outras desapareceram, os cordões se …

Primeira dama (parte 2) Leia mais »

WhatsApp-Image-2020-05-25-at-15.30.03-768x768
Primeira Dama – (Parte 1)

28   Rainha, assim ela é considerada nas escolas de samba paulistana, este adjetivo está no critério de julgamento tanto da UESP como da LIGA. Para chegar a esta pompa, vamos viajar no tempo e conhecer como a figura se tornou realeza nas nossas escolas e nos blocos carnavalescos. Após a abolição em 1888, os negros foram …

Primeira Dama – (Parte 1) Leia mais »