Ceia em casa: especialista compartilha dicas de vinhos, espumantes e harmonizações para Natal e Réveillon

Belo Horizonte 23/12/2020 – “Gosto de beber um bom ‘champenoise’ na virada com pessoas especiais. Vale um upgrade no espumante, uma oração e um beijo na família”.

Como escolher vinhos para presente, harmonizações e como calcular as bebidas para uma ceia em casa

Uma boa bebida faz a diferença nas festas de final de ano, principalmente nesta virada, em que a maioria das celebrações será em casa. Os vinhos, com estilos e rótulos variados, agradam paladares exigentes e até mesmo a quem conhece pouco da bebida, tornando-se uma opção democrática para presentes e harmonizações.

Quem ainda não garantiu o presente de Natal e não quer deixar passar batido, vale a pena surpreender com um bom vinho. E o e-commerce é uma opção prática e segura de compras, neste momento. Se a pessoa já é apreciadora, a qualidade deve sobressair, deixando de lado dos rótulos mais comuns. Apostar em embalagens diferentes e regiões que estão despontando também pode fazer o presenteado ficar mais feliz com a lembrança.

Para quem procura a harmonização perfeita, as entradas do almoço ou ceia de Natal combinam bem com espumantes, sem medo de errar. Isso porque a bebida é um dos vinhos mais versáteis do mundo, com acidez admirada pela maioria.

Um dos sócios da Winecom, loja virtual especializada em vinhos e espumantes, Guilherme Menin, explica que o que vai variar é a quantidade de açúcar do espumante. “Na hora de escolher entre os estilos, o ideal é dar preferência aos ‘bruts’, ‘extra bruts’ ou ‘nature’, podendo ser branco ou roses”, completa. Já no caso das sobremesas e frutas cristalizadas, a sugestão fica para um “demi-sec” ou moscatel.

Já no ano novo, o espumante é praticamente um ritual. “Gosto de beber um bom ‘champenoise’ na virada com pessoas especiais. Vale um upgrade no espumante, uma oração e um beijo na família. E como dizia Napoleão Bonaparte ‘Na vitória é merecido e na derrota é necessário’”, brinca o especialista.

Além da parte da harmonização o espumante é perfeito para comemorações e celebrações, com baixo percentual alcoólico permitindo que as pessoas possam beber por períodos mais longos. Na hora de calcular a quantidade de bebidas, Menin recomenda sempre acrescer algumas garrafas na contagem. No caso de espumantes, o cálculo é uma garrafa para cada duas pessoas. Se a bebida da noite são rótulos de vinhos tinto, rose ou branco, o ideal é uma garrafa para cada três convidados.

Guilherme Menin é sócio da plataforma Winecom, que traz uma nova experiência no consumo de spirits e espumantes finos e exclusivos. O catálogo é extenso e inclui, ainda, seis marcas exclusivas para o mercado. Cinco vinícolas brasileiras, além das marcas próprias. A ideia é que o público possa descobrir novos sabores e aromas exclusivos, únicos e selecionados por meio de uma curadoria de experts do setor com produtos brasileiros e importados. A plataforma oferece praticidade, atendimento personalizado, conforto e segurança ao cliente, disponibilizando um e-commerce eficiente e singular no mercado de bebidas.

Website: http://www.winecomvoce.com.br

Artigo de