O Preço da Traição – Parte 5

Quando uma escola acende de grupo, a tendência é reforçar o que não foi bem, mas manter o time vitorioso, assim esperava Kaio indo agora para seu terceiro ano como Mestre Sala, menino bonito, ardiloso, matreiro, soube fazer o seu grupo de apoiadores, seguiu firme na campanha para  que permanecesse com sua escolhida a Karen.

arte: Wesley BJ

Enquanto isso Maria se preocupava com o crescimento de seu rebento, mas esperançosa em ser chamada para reassumir seu posto. Maria era uma boa Porta Bandeira, não faltou convites para desfilar em outras escolas, mas seu coração estava ali na sua comunidade, recusando todos.

Os meses foram passando e nada de ser chamada, certo dia no mês de julho resolveu ligar para o Presidente, teve uma conversa franca sobre sua posição e o retorno do comandante maior foi que teria que esperar mais algum tempo porque estava avaliando a situação ja que Kaio não quis abrir mão da presença de Karem. Ali Maria ja sentiu que estava sendo descartada polidamente, ao receber a proposta de desfilar como Porta Bandeira convidada, que prontamente não aceitou.

Maria se sentiu traída, ja que o mesmo havia prometido seu retorno como primeira dama e agora veio com esta conversa praticamente descartando este retorno.

Deste encontro poucos ficaram sabendo, ja que Maria chateada não apareceu mais na escola, para Kaio foi um prêmio pois sem a titular  no terreiro ele a cada dia se estabelecia como ator principal neste drama.

Os meses voaram e chegou mais um dia de desfile.

A noite era de glamour para a escola, tão nova e ja entre as do grupo de acesso um no maior carnaval do estado, a cidade fervilhava o desfile do especial tinha sido um sucesso e a noite prometia muito na briga para duas vagas rumo a elite do carnaval de Sampa.

A comunidade chegou em peso e aguerrida no domingo de carnaval no Anhembi, o fervor era grande ja na primeira concentração, o lado leste com mais uma escola no grupo era alegria geral para a turma de São Mateus. e região.

De repente um burburinho grande entre os componentes, chegou a triste notícia, Karen havia sido atropelada na tarde daquele domingo a sair de casa rumo a quadra.

Kaio, pálido, completamente zonzo com a notícia, a agitação era grande os harmonias e a escola ja se encaminha para a pré-concentração, quando a notícia chegou aos ouvidos da direção da escola.

Alvoroço total a fantasia do casal tinha sido levada pelo caminhão e ja estava no camarim dos casais, quando alguém gritou, que a Maria estava na arquibancada com o seu marido Luís ja que uma das diretoras deu um par de convites para o casal assistirem os desfiles do Grupo de Acesso.

Final da parte 5

Texto: Edney Mariano e Wesley Bj

Arte: Wesley Bj

Artigo de

Redação Sampa