Fundação Abrinq define projetos finalistas do Prêmio Criança 2020, voltados à saúde mental

São Paulo 20/10/2020 –

A edição deste ano tem foco em projetos voltados à promoção da saúde mental e ao diagnóstico e atendimento de casos que se configurem como riscos para a saúde mental das crianças e dos adolescentes. Dos sete projetos selecionados para a etapa final, três serão escolhidos vencedores. São projetos dos Estados do Paraná, Pernambuco e São Paulo.

A Fundação Abrinq reconhecerá, no dia 27 de outubro, os projetos finalistas e vencedores do Prêmio Criança que, a cada dois anos, identifica iniciativas inovadoras, com foco no direito à educação, proteção e saúde, realizadas por organizações da sociedade civil e empresas. Dos sete projetos selecionados para a etapa final, três serão escolhidos vencedores. São projetos dos Estados do Paraná, Pernambuco e São Paulo.

Diferentemente dos anos anteriores, a edição deste ano tem foco em projetos voltados à promoção da saúde mental e ao diagnóstico e atendimento de casos que se configurem como riscos para a saúde mental das crianças e dos adolescentes – depressão, automutilação e comportamento suicida. Além do tema retratado pelas boas práticas, este ano foram aceitas apenas inscrições de organizações da sociedade civil.

O Ministério da Saúde (MS) aponta um aumento progressivo de automutilações, tentativas de suicídios e suicídios entre adolescentes com 15 anos ou mais, no período de 2011 a 2018. Enquanto em 2011 foram 7 mil ocorrências, em 2018 esse número aumentou para quase 45 mil registros.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a saúde mental é definida como um bem-estar no qual o indivíduo consegue ficar bem consigo mesmo e com os outros, de modo a responder positivamente às adversidades que surgem na vida. Por esses e outros fatores, é fundamental promovê-la desde a infância, período cujos aspectos sociais e emocionais estão em desenvolvimento.

“Serão reconhecidas iniciativas que possam contribuir positivamente para que futuramente organizações sociais e empresas desenvolvam e apoiem projetos voltados à saúde mental na infância e adolescência, um tema tão importante na atualidade”, afirma Victor Graça, executivo da Fundação Abrinq.

A cerimônia de reconhecimento das iniciativas vencedoras será realizada de forma online, com transmissão simultânea pelo YouTube e Facebook. Antes do Prêmio Criança 2020, a Fundação Abrinq realizará no dia 22/10, às 14h, uma live em suas redes sociais para debater sobre o tema Saúde mental na infância e adolescência.

Prêmio Criança

Criado em 1989, o Prêmio Criança foi um dos primeiros programas desenvolvidos pela Fundação Abrinq, com o objetivo de reconhecer e dar voz a projetos de outras organizações da sociedade civil que contribuam para assegurar os direitos das crianças e dos adolescentes. Em 22 edições realizadas, já reconheceu 81 iniciativas em todo o Brasil.

Sobre a Fundação Abrinq

Criada em 1990, a Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança e do Adolescente é uma organização sem fins lucrativos que tem como missão promover a defesa dos direitos e o exercício da cidadania de crianças e adolescentes. Tem como estratégias: o estímulo à responsabilidade social; a implementação de ações públicas; o fortalecimento de organizações não governamentais e governamentais para prestação de serviços ou defesa de direitos de crianças e adolescentes.

Website: https://www.fadc.org.br/

Artigo de