APAE Guaíra reduz 30% da conta de luz com geração solar

19/10/2020 – “As instalações piloto nas APAE’s comprovam que a utilização de energia solar fotovoltaica é viável no território paulista”, afirmou Penido.

Além dos benefícios econômicos, a entidade também reduziu as emissões de gases de efeito estufa (GEE) causadores do aquecimento global

Localizada na região com maior irradiação solar no Estado de São Paulo, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE Guaíra gera 30% da energia elétrica que consome em sua unidade aproveitando a luz do sol. Com a instalação de um sistema formado por 20 módulos fotovoltaicos no telhado, a entidade passou a economizar mais de R$ 600,00 mensais na conta de luz. Os recursos agora são direcionados a melhorias no atendimento a 160 pessoas com deficiência intelectual, de 0 a 60 anos, que frequentam diariamente o local. Uma delas foi a reativação de sessões de hidroterapia com o reacionamento do sistema de aquecimento da piscina – que não era mais usado devido à falta de recursos.

A APAE Guaíra, assim como a APAE São Vicente, no litoral Sul do Estado, foi beneficiada por um Convênio de Cooperação Técnica firmado entre a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com fundos da Iniciativa de Infraestrutura de Qualidade do Japão (JQI), criado para avaliar o potencial de geração fotovoltaica em edifícios e espaços públicos de propriedade do governo paulista. “As instalações piloto nas APAEs comprovam que a utilização de energia solar fotovoltaica é viável no território paulista e aliam desenvolvimento econômico com sustentabilidade ambiental”, explicou o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido.

Para demonstrar a viabilidade técnica e econômica do sistema e do uso da ferramenta de gestão desenvolvida pelo estudo, foram selecionados dois locais para a instalação de projeto-piloto. Em Guaíra, a geração é de 9.685 kWh de energia solar por ano, com uma média de 26,5 kWh/dia.

Entusiasmado com os resultados, o presidente da APAE Guaíra, Renato Silva dos Santos, já está em busca de recursos para ampliar o sistema de geração fotovoltaica e aumentar a quantidade de energia produzida. “A adoção de fontes limpas e renováveis de energia tem a dupla função de proteger o meio ambiente e responder às mudanças climáticas para garantir o bem-estar social e, além disso, promove a conscientização da sociedade para o desenvolvimento sustentável”, ressalta o especialista em Energia do BID, Arturo Alarcón. O Governo do Estado de São Paulo também ficou satisfeito com os resultados da análise de viabilidade econômica.

Website: https://www.infraestruturameioambiente.sp.gov.br/rede-solar/

Artigo de