Quais as vantagens e como usar a tabela FIPE

São Paulo 13/10/2020 – quem quer vender ou comprar um veículo deverá consultar a tabela FIPE para entender como o mercado valoriza cada modelo de veículo

A tabela FIPE é usada por todo o Brasil, mas será que as pessoas conhecem as vantagens e sabem como usar a tabela FIPE?

A tabela FIPE indica o preço médio de todos os veículos à venda no Brasil sendo usada por milhões de brasileiros na hora de comprar ou vender um veículo, para planejamento de poupança ou apenas por curiosidade. Muitas instituições usam a tabela também como referência para diversos fins.

Como surgiu a tabela FIPE?

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, normalmente apenas chamada de FIPE, foi criada em 1973 com o objetivo de apoiar a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP), efetuar diversas pesquisas econômicas e criar vários índices econômicos de apoio à decisão na área da economia.

Em 1988, o jornalista Eugênio Bucci que era o diretor da revista Quatro Rodas, comentou com o amigo Fernando Haddad que não havia no país um índice com o valor médio dos carros usados. Haddad, na época consultor na FIPE, logo sugeriu criar esse índice com os técnicos da FIPE. Passado pouco tempo surgia assim a tabela FIPE que é fortemente usada nos dias de hoje.

Como é usada a tabela FIPE?

A tabela FIPE é usada nas mais diversas situações e é aceite como um índice válido em todo o país. Algumas das principais funções da tabela FIPE são:

  • Definir o valor médio de cada modelo de carro, moto e caminhão, novo ou usado vendido no Brasil.
  • Estabelecer os valores de indenização nos seguros de veículos.
  • Definir o valor de referência para leilões de veículos
  • Determinar o valor venal de veículos para o cálculo do IPVA e de outros impostos e taxas.
  • Definir os valores de indenização em ações judiciais.
  • Calcular o valor de bens em caso de herança.

Por este motivo quem quer vender ou comprar um veículo deverá consultar a tabela FIPE para entender como o mercado valoriza cada modelo de veículo e também consultar o histórico de preços.

Como é calculada a tabela FIPE?

Em primeiro lugar cada modelo de veículo à venda no Brasil tem um código FIPE único que identifica esse modelo. Esse código é composto por 6 números, um traço e um dígito validador. Por exemplo o código 005519-0 corresponde ao carro Volkswagen Golf GTE Híbrido.

Em todas as vendas de veículos novos e usados no Brasil, a FIPE é informada do código do veículo, do ano do veículo e do valor dessa transação. Assim a FIPE consegue fazer a média do valor das transações e determinar o preço médio de cada modelo.

No entanto há algumas exceções. Os veículos para uso profissional ou para uso especial não são considerados na tabela FIPE porque poderiam distorcer a realidade. As transações com valores muito altos e muito baixos também não são consideradas.

Mas há ainda outros fatores que podem fazer variar o preço real de cada viatura. Como a FIPE considera o modelo do veículo para a sua análise, cada veículo individual pode ser um pouco diferente e isso pode alterar o preço do carro, moto ou caminhão. Os fatores que normalmente fazem variar o preço final do veículo são:

  • Número de km rodados
  • Cor do veículo
  • Estado de conservação (bom, médio, ruim)
  • Opcionais do veículo (ar condicionado, couro, rodas, etc.)
  • Mês de compra (um veículo de Dezembro de 2020 vale mais do que um veículo do mesmo modelo, mas de Janeiro de 2020).

Como consultar a tabela FIPE?

A consulta de valores na tabela FIPE é muito simples e a melhor forma é acessar o site tabela FIPE Brasil, indicar a marca, modelo e ano e o valor atualizado será mostrado.

Quem consulta a tabela deverá tomar atenção porque o valor da tabela FIPE é calculado todo mês e por isso é sempre muito importante ver qual o mês de referência da tabela. Normalmente a tabela é disponibilizada ao público no primeiro dia de cada mês. Assim no dia 1 de Dezembro de 2020 é disponibilizada a tabela FIPE de Dezembro de 2020.

Para quem não tem a certeza de qual o veículo que pretende, mas tem um orçamento definido, o site tem também uma opção “Cabe no meu bolso” que permite procurar por qualquer veículo dentro de uma faixa de preço e idades e assim ajudar na decisão.

Como referido anteriormente, a tabela FIPE não é apenas para carros, também tem todos os preços médios atualizados para motos e caminhões.

Usar a tabela para comprar ou vender um veículo

A tabela FIPE pode ser usada como referência na hora de comprar ou vender um veículo, mas como representa o valor médio e há outros fatores que podem valorizar ou desvalorizar um veículo, a tabela dever ser usada com precaução. Por exemplo quem quiser vender um veículo, é normal que consiga um valor mais próximo da tabela se o vender diretamente a particular. Se o proprietário optar por vender o veículo a uma concessionária, como a loja também terá de ter uma margem de lucro, o seu valor de venda será normalmente abaixo da tabela FIPE. Outro fator a ter em conta é que a venda a particulares normalmente demora mais tempo do que a venda a concessionária.

Como a compra ou venda de um veículo não é uma decisão imediata, é normal consultar os valores da tabela com frequência, mas como os valores mudam todos os meses, o vendedor e o comprador deverão consultar a tabela no mês do fecho do negócio. A tabela FIPE não é de uso obrigatório e deverá ser considerada como referência para evitar pagar valores muitos altos ou receber valores muito baixos.

Curiosidades da tabela FIPE

Atualmente existem mais de 9.000 modelos de veículos disponíveis na tabela FIPE. Como cada modelo foi vendido ao longo de vários anos, são mais de 40.000 preços médios atualizados todo mês juntamente com o histórico de meses anteriores.

Em Outubro de 2020, o carro mais barato na tabela era o Fiat Panorama de 1995 com o preço médio de R$ 1.661 enquanto o carro mais caro era o Lamborghini Aventador LP770 Zero KM com o preço médio de R$ 7.200.000. Estes preços mostram a discrepância de valores nos carros à venda no Brasil.

A moto mais barata nesse mesmo mês era a Caloi Mobilete 50cc 1990 com o valor de R$ 350 enquanto a moto mais cara era a Ducati Panigale V4R Zero KM com o preço de R$ 248.751.

Website: https://www.tabelafipebrasil.com

Artigo de