Exame que avalia o bom funcionamento do pulmão pode ajudar na recuperação de pacientes com histórico de doença respiratória

Rio de Janeiro 30/9/2020 – Outro benefício do exame é que ele é indolor e não é invasivo, destaca o médico, Dr. Marcello Bossois.

Projeto social oferece o exame de espirometria gratuitamente no próximo sábado no Município de Duque de Caxias.

Existem algumas doenças que podem comprometer o bom funcionamento do sistema respiratório e principalmente em um ano que enfrentamos uma epidemia de Coronavírus, é importante estar atento ao desempenho do principal órgão do sistema, o pulmão. Doenças respiratórias como a bronquite, asma, enfisema entre outras, podem causar um certo desgaste do tecido pulmonar, prejudicando a respiração. Uma vez o processo respiratório  estando insuficiente, compromete a capacidade de oxigenação de todo o corpo, o que pode levar a sérios problemas de saúde. O coração, por exemplo, pode ser afetado pela má oxigenação, pois leva o órgão a trabalhar mais para fazer a circulação sanguínea no corpo. Portanto, estar atento ao sintoma de falta de ar é uma importante forma de prevenir outras doenças em decorrência da má oxigenação, além de preservar a boa performance do pulmão e demais órgãos do sistema respiratório.

A pessoa que tiver qualquer suspeita sobre a dificuldade em respirar, deve procurar ajuda médica com urgência, pois além de todas as doenças já conhecidas como asma e bronquite, esse ano a Covid-19 passou a integrar o quadro de doenças respiratórias que podem evoluir para um caso grave, levando alguns pacientes até mesmo a óbito. Em conjunto à avaliação médica, alguns exames clínicos ajudam a identificar os possíveis problemas respiratórios que podem estar afetando o paciente. Um dos exames que ajuda nesse processo de diagnóstico é a função pulmonar, também conhecido como espirometria. Através de um aparelho que captura o sopro do paciente, é feita a análise da quantidade e velocidade do fluxo respiratório e isso possibilita identificar doenças crônicas como asma e bronquite. Outro benefício do exame é que ele é indolor e não é invasivo, destaca o médico, Dr. Marcello Bossois, coordenador técnico do projeto social Brasil Sem Alergia que já atendeu milhares de pacientes no país e desde o início da epidemia, passou a receber um número maior de pacientes que buscam orientação de como cuidar da saúde respiratória. Até o início da epidemia, o projeto oferecia o exame de espirometria gratuitamente através de patrocínio, que foi interrompido em função da disseminação e agravamento do vírus.

A boa notícia é que no próximo sábado, uma das unidades vai oferecer o exame gratuitamente. O mutirão vai acontecer entre 13h e 17h na unidade de atendimento de Duque de Caxias, que fica na Rua Conde de Porto Alegre, 155, bairro 25 de Agosto. O agendamento pode ser feito por WhatsApp no número 21 99374-2042. Os pacientes de outros Municípios e Estados também podem contar com o atendimento gratuito da equipe médica através da telemedicina além de terem a possibilidade de tirar dúvidas sobre diversos assuntos de saúde através do canal no YouTube, inclusive dúvidas a respeito da Covid-19. 

Os cuidados com a saúde respiratória podem ajudar a reduzir os riscos de complicações em função do coronavírus, medida que ajuda a reduzir o impacto devastador da doença no Brasil e no mundo. Pesquisas avançam em diversos laboratórios e já existe uma previsão de que a vacinação possa começar em alguns meses. Enquanto isso não ocorrer, a prevenção no contágio e a cautela nos cuidados com o organismo são fundamentais para diminuir o impacto da doença no mundo.

Website: https://g.co/kgs/C4LPd7

Artigo de