Escolas recorrem à certificação digital para garantir o cumprimento dos protocolos na volta às aulas

São Paulo, SP. 11/9/2020 – A certificação representa um forte apoio para as escolas e uma segurança para os pais e alunos de que a escola está cumprindo rigidamente os protocolos

No momento em que as escolas se preparam para retornar às atividades, sistema de verificação garante o cumprimento das exigências para não disseminação do vírus o SARS-CoV-2

A retomada das atividades escolares é um processo a ser discutido neste momento de pandemia. Mas é grande a incógnita que ronda as escolas sobre a possibilidade de já estarem adequadas efetivamente aos protocolos de segurança para receber os alunos de volta. Para garantir que o estabelecimento esteja adequado às exigências das autoridades sanitárias, algumas escolas já estão recorrendo à certificação digital a fim de atestar que os procedimentos adotados garantem um ambiente seguro para as crianças.

Em São Paulo, duas unidades da escola Recanto dos Peraltas e Berçário Peraltinhas, que atende crianças de 0 a 6 anos, passaram pelo processo de certificação e conquistaram o Selo ALS (Ambiente Limpo e Seguro), certificação 100% digital líder em sua categoria, emitido pela ICV Brasil, uma das principais empresas das áreas de inspeção, certificação e vistoria.  

“O desafio das escolas, na retomada das atividades é muito grande, principalmente aquelas cujos alunos estão no berçário ou no infantil, pois isto envolve desde a gestão do comportamento de crianças pequenas até uma mudança de cultura junto aos professores,  pais e responsáveis pelo transporte das crianças, além de uma série de ajustes e procedimentos”, observa Suzete Suzuki, diretora de certificação e inspeção da ICV Brasil. “Nesse contexto, a certificação representa um forte apoio para as escolas e uma segurança para os pais de que a escola está cumprindo rigidamente os protocolos e evitando brechas que podem favorecer a contaminação.”

Nas unidades da escola Recanto dos Peraltas, todas as instalações foram transformadas e adequadas. “O foco das escolas era dispor de brinquedos e socializar a criança, e agora essa prioridade mudou. O foco é saber como se comportar socialmente, e é preciso prover toda a estrutura para que as condutas adequadas sejam implementadas. Na Escola Recanto dos Peraltas, tudo foi feito para garantir que as crianças da turma infantil, de até seis anos, mantenham-se seguras”, conta a proprietária Soraia Nunes.

A certificação atesta o comprometimento da escola com o controle de entradas e saídas e de toda a rotina, a redução da capacidade para evitar aglomeração e o distanciamento das pessoas, bem como a adequação das instalações. Foi criado um protocolo para orientação de professores, funcionários, pais e alunos, definindo também uma etiqueta respiratória, para troca de máscaras das crianças e da equipe a cada duas horas. Os profissionais da escola, inclusive, trabalharão de luvas e uniformes de manga comprida.

Os procedimentos incluem limpeza geral e reforma dos espaços; adoção de comunicação visual para orientar e alertar quanto à lavagem das mãos; não aglomeração; uso de máscaras e decalques indicativos de distanciamento; treinamento de equipes quanto ao uso de equipamentos de proteção individual, uniformes e etiqueta; contratação de serviço de desinfecção e sanitização; disponibilidade de álcool em gel 70%; controle de temperatura das pessoas e manutenção dos sistemas de ventilação e climatização limpos, até a contratação de consultoria para redefinir os processos operacionais e planejamentos de horários de refeições, pátio, entradas e saídas, a fim de se evitar aglomeração e quantidade de alunos nas salas, motivar equipes, alunos e pais na reabertura.

Essas condutas e procedimentos foram certificados em processo realizado de forma remota pela ICV Brasil, no modelo de certificação 4.0, a partir de uma plataforma própria de captura e envio das imagens digitalmente, para a auditoria de verificação da conformidade do ambiente aos protocolos de segurança e limpeza. Todo material disponibilizado passa por auditoria remota, e caso o auditor encontre inconsistências, pode solicitar ao cliente verificação ou o envio de ações e evidências de atendimento.

“As inúmeras adaptações pelas quais a escola passou valeram a pena para conquistar a certificação e tranquilizar os pais de que estamos adotando as melhores práticas de segurança e saúde para retomada das aulas”, explica Soaraia Nunes, diretora da Recanto dos Peraltas e Berçário Peraltinhas. “Demonstração disso foi a reação dos pais ao apresentarmos as medidas de segurança durante um drive thru que realizamos recentemente. O feedback foi altamente positivo, com a certificação dando mais tranquilidade a todos”, diz.

A fiscalização conta com o apoio dos próprios pais ou dos usuários do espaço, caso estes detectem alguma irregularidade ou vulnerabilidade na segurança. Para isso, as escolas são obrigadas a realizar uma comunicação em displays, banners e folders nos ambientes, com o QR Code gerado pela ICV Brasil, e por meio do qual as denúncias podem ser feitas. Também é possível verificar se o certificado está com sua validade em dia por meio do site www.ambientelimpoeseguro.com.br. Nesse caso, a ICV Brasil encaminha a queixa anonimamente aos responsáveis da empresa ou do estabelecimento comercial, dando um prazo de 24 horas para resposta.

“A fiscalização por parte do usuário do espaço é de grande importância, pois ele pode registrar e denunciar a não conformidade com rapidez e agilidade via smartphone”, conclui Suzete.

Website: http://www.icvbrasil.com

Artigo de