Alimentação saudável deve ser valorizada em cada fase da vida do animal

São Paulo, SP 11/9/2020 –

Segundo a Cinthya Ugliara, médica veterinária da rede Dra. Mei, há uma tendência forte dos tutores darem mais alimentos naturais aos seus pets ao invés da ração

Assim como para os humanos, uma alimentação saudável para os pets não é resultado de fatores isolados, mas sim da combinação dos nutrientes necessários para cada fase da vida, que incluem ingredientes de alta qualidade, nas quantidades ideais e o correto preparo. Essa combinação assegura a saúde e o bem-estar dos animais de estimação de forma prática e segura.

Segundo Cinthya Ugliara, médica veterinária da rede Dra. Mei, vários estudos comprovam que ter uma alimentação balanceada é fundamental para garantir qualidade de vida e longevidade ao animal de estimação. “E o tutor precisa ter alguns cuidados com seu cão ou gato nos primeiros anos de vida, na fase adulta e na terceira idade”, diz.

Em relação às rações, a veterinária elencou algumas recomendações e dicas importantes:

• O mercado oferece rações especificamente balanceadas para cada fase da vida do pet, seja ele um cão ou um gato deve-se de preferência utilizar uma ração superpremium.

• De um modo geral, rações para filhotes têm uma quantidade maior de proteínas para suprir as necessidades de um animal em crescimento. É muito importante acostumar o filhote com rotinas de alimentação, quantidades e horários, o veterinário poderá orientar a melhor rotina de acordo com a espécie e idade do pet.

• Rações para pets adultos são balanceadas em relação a proteínas, carboidratos e gorduras para essa fase mais estável, onde já não há a demanda de crescimento. As rações para pets castrados costumam ter uma leve redução de calorias, já que eles tendem a ter maior apetite. Já as rações light ou de tratamento para obesidade, que têm restrições maiores, devem ser oferecidas apenas com a orientação de um veterinário.

• E as rações sênior são balanceadas para um pet que pode ter seu nível de atividade diminuída, porém não deve perder massa muscular, pois essa é uma tendência nessa fase da vida e oferecer o alimento correto faz toda a diferença para manter a saúde.

“Além das divisões por idade do pet, tem também a divisão por qualidade do produto e isso reflete diretamente no preço. Existem as rações standard, premium, premium especial e superpremium. A mais adequada será a de melhor qualidade que caiba no bolso do tutor, pois esse é um custo mensal que deve ser pensado antes de se optar por ter um pet”, alerta Cinthya. Ela lembra também que existem muitas rações no mercado sem a adição de corantes e conservantes químicos. E para aqueles que buscam uma alimentação mais natural, há também muitas opções de rações sem transgênicos.

Os petiscos, como bifinhos, ossinhos, biscoitos, são uma boa dica para utilizar como recompensa ou agrado ao pet. Mas, segundo a veterinária, “é melhor optar por produtos que utilizem apenas corantes e conservantes naturais”.

Alimentos naturais

Por outro lado, há uma tendência forte dos tutores darem mais alimentos naturais aos seus pets ao invés da ração. A alimentação natural é indicada para qualquer fase da vida do animal, porém Cinthya lembra que “oferecer alimentação natural é muito diferente de dar comida caseira sem critério ao pet. A comida caseira misturada à ração e sem o acompanhamento de um médico veterinário nutricionista pode ser prejudicial à saúde do animal”.

A alimentação natural também precisa ser formulada por um médico veterinário nutricionista, que avalia cada pet de forma individual para estabelecer o que é melhor para ele. Além da variedade e quantidade de alimentos, para uma alimentação natural balanceada também é necessária a adição de vitaminas e minerais diariamente nessa dieta.

Algumas empresas são especializadas em formular esses cardápios prescritos pelo veterinário nutricionista em porções diárias congeladas, o que facilita muito a rotina do tutor. “Por esses fatores, se engana aquele que pensa que uma alimentação natural balanceada terá um custo menor que uma ração de boa qualidade”, conclui Cinthya.

Mais informações: www.dramei.com.br

Website: http://www.dramei.com.br

Artigo de