Setembro Amarelo: Universidade Central do Paraguai mantém programa de valorização da vida

Pedro Juan Caballero-PY 8/9/2020 –

Com uma política de valorização dos universitários e ciente dos problemas enfrentados pelo seus acadêmicos, a Universidade Central do Paraguai (UCP) mantém, mesmo com as aulas presenciais suspensas, o programa de acompanhamento psicológico nas cidades de Pedro Juan Caballero e Ciudad del Este.

O Espaço de Bem-Estar Estudantil está sendo oferecido no sistema home office e uma equipe de profissionais está atendendo a distância aqueles que precisam de acompanhamento. Com a pandemia de Covid 19 os problemas psicológicos têm aumentado na população em geral e no meio dos estudantes de medicina não é diferente.

Recentemente um estudo realizado em 43 países mostrou que 27,2% dos estudantes de medicina tinham algum grau de depressão. A análise dos dados da pesquisa aponta ainda que os futuros médicos têm fácil acesso a medicamentos e podem usá-los sem indicação, o que se torna um agravante em quadros depressivos.
De acordo com a psicóloga Tassia Brito, a distância da família, a grande quantidade de conteúdo, a carga exaustiva de estudo e os problemas causados pelo coronavírus podem explicar em parte, o grande número de estudantes de medicina que apresentam problemas psicológico.

Para a profissional iniciativas como o “Setembro Amarelo” onde várias atividades de valorização da vida e de combate ao suicídio, podem fazer a diferença para quem está precisando de ajuda. Segundo ela, a iniciativa da UCP é pioneira entre as universidades paraguaias onde vários casos de suicídio foram registrados nos últimos anos. “Felizmente não tivemos nenhum registro de morte entre nosso estudantes, mas temos que manter um vigilância constante e nosso programa tem conseguido este objetivo”, disse.

Dentro do “Setembro Amarelo” a UCP tem programada uma live com os profissionais da instituição no dia 10 de setembro, considerado o Dia Mundial de Combate e Prevenção ao Suicídio, onde o tema será abordado e dúvidas poderão ser esclarecidas. A live estará disponível nas plataformas digitais da universidade.

O diretor da UCP, Karlos Bernardo disse que em alguns países este atendimento é obrigatório garantido por lei, mas que no Paraguai a iniciativa é pioneira e necessária. “Não tivemos nenhum caso extremo cometido por alunos da UCP, mas não podemos baixar a guarda e temos que nos manter vigilantes. E este serviço vai fortalecer os vínculos que temos com nossos alunos e será uma mão estendida no momento que eles precisarem”, disse.

O serviço do programa Bem Estar Social é oferecido gratuitamente para os alunos da Universidade Central de Pedro Juan Caballero e Ciudad del Este.
Outras informações sobre matriculas podem ser obtidas no site da universidade no www.medicinaucp.com. Informações / WhatsApp +55 67 99677 0757 e e-mail: [email protected]. As vagas são limitadas.

Website: http://www.medicinaucp.com

Equipe Dino