Tudo sobre os Fertilizantes NPK Orgânico

São Paulo 3/9/2020 – O nitrogênio é um componente-chave em muitos dos processos necessários para o crescimento.

Os fertilizantes NPK são um complexo composto principalmente pelos três nutrientes primários necessários para o crescimento saudável das plantas. A indústria agrícola depende muito do uso do fertilizante NPK para atender ao suprimento global de alimentos e garantir cultivos saudáveis.

O que é o Fertilizante NPK?
Existem numerosos blocos de construção que as plantas precisam para um crescimento saudável e ótimo. Sem esses nutrientes, as plantas não podem crescer até o seu potencial máximo, fornecerão rendimentos mais baixos e serão mais suscetíveis a doenças.
Os três nutrientes mais importantes, sem os quais nenhuma planta poderia sobreviver, são referidos como os macronutrientes primários: Nitrogênio (N), Fósforo (P) e Potássio (K).

Os solos geralmente não possuem esses nutrientes em quantidades ótimas ao desenvolvimento da planta, seja naturalmente ou como resultado do cultivo excessivo ou de outros fatores ambientais.

Nos casos em que faltam os solos, os nutrientes devem ser devolvidos ao solo para criar o ambiente ideal para o crescimento ideal das plantas. Cada um dos nutrientes primários é essencial na nutrição das plantas, desempenhando um papel fundamental no crescimento, desenvolvimento e reprodução da planta.
https://www.sitiopema.com.br/fertilizantes-npk/

Nitrogênio (N) nos Fetilizantes NPK
O nitrogênio é um componente-chave em muitos dos processos necessários para o crescimento. Em particular, o nitrogênio é vital para a clorofila, que permite que as plantas realizem a fotossíntese (o processo pelo qual absorvem a luz do sol para produzir açúcares a partir de dióxido de carbono e água).

O nitrogênio é também um componente significativo nos aminoácidos, a base das proteínas. O nitrogênio também está presente nos compostos que são responsáveis pelo armazenamento e o uso de energia.

Um estudo analisou os rendimentos de cereais dos EUA e como eles foram afetados pela omissão de fertilizantes nitrogenados. O estudo estimou que, sem o nitrogênio, a produtividade média do milho caiu 41%, o arroz 37%, a cevada 19% e o trigo 16%.

Fontes de nitrogênio:
Embora o nitrogênio possa ser absorvido e convertido em um nutriente utilizável da atmosfera, e possa estar naturalmente presente nos solos, é quase sempre desejável suplementar o nitrogênio para garantir que as plantas tenham a quantidade ideal disponível para eles.

Os seguintes materiais podem ser incluídos nas misturas NPK como fonte de nitrogênio:

Fontes Inorgânicas Comuns de N em Misturas NPK:
Ureia;
Nitrato De Amônio;
Amônia Anídrica.

Fontes orgânicas comuns de N em misturas NPK:
Dejetos de Animais;
Composto de Cama;
Farinha de Sangue;
Farinha de Penas.

Diferentes Apresentações dos Fertilizantes NPK
Enquanto os fertilizantes NPK são compostos principalmente pelos três nutrientes primários, a flexibilidade no processamento permite que vários outros micronutrientes sejam incorporados à mistura. Por exemplo, o NPKS vem ganhando popularidade em resposta aos solos deficientes em enxofre resultantes da Chuva Ácida. Fertilizantes especiais, ou fertilizantes formulados para atender às necessidades específicas de nutrientes de um determinado local, também estão se tornando mais populares.
https://www.sitiopema.com.br/fertilidade-do-solo-usando-adubacao-verde/

O fertilizante NPK sólido fornece seus nutrientes lentamente. Assim, tem um efeito a longo prazo, que muitos horticultores apreciam. A chuva não a “lava do chão” tão rapidamente. Este tipo de fertilizante é geralmente administrado às plantas através do chamado processo de cobertura, o que significa que o produto é polvilhado uniformemente sobre toda a superfície do solo, e assim não é trabalhado em profundidade. A adubação em profundidade é preferível apenas para plantas de raízes profundas (como plantas e árvores frutíferas), a fim de fornecer nutrientes às raízes com mais rapidez e eficácia. O uso de fertilizante sólido também levanta a questão da fertilização pontual.

O fertilizante líquido NPK é usado principalmente em vasos de plantas e raramente em culturas de produção. Está presente através, tanto o método de irrigação (fertilizante líquido é adicionado à água) quanto no de fertilização pontual, que fornece nutrientes às plantas individualmente.

Outro método é o chamado método de fertilização foliar (na parte inferior das folhas da planta), que é recomendado apenas para algumas plantas (por exemplo, orquídea).

Adubação orgânica aumenta a fertilidade do solo
O uso de adubação verde resulta em um aumento nos níveis de nutrientes essenciais para os vegetais.

Os adubos verdes produzidos a partir de leguminosas têm a capacidade de fixar nitrogênio do ar e adicioná-lo ao solo, onde esse nutriente essencial promove um crescimento saudável das culturas seguintes.

Muitas culturas de adubos verdes têm a capacidade de fornecer até mesmo minerais de potássio, cálcio, ferro e outros ao solo e, consequentemente, às próximas plantações.

Website: https://www.sitiopema.com.br

Artigo de