Paredes de drywall tornam casas menos frias durante o inverno

Juazeiro do Norte (CE) 3/9/2020 –

Com a recente queda de temperatura em boa parte do Brasil, ressurge na cabeça de muitos a dúvida de todo inverno: por que a minha casa é tão fria? Uma das respostas é a falta de isolamento térmico adequado típica das construções residenciais brasileiras. Isso não ocorre em países de clima temperado porque, além da calefação, quase todas as casas contam com paredes de drywall preenchidas por lãs sintéticas, como as feitas com fibras de PET.

Por si só, o drywall já é uma boa alternativa para regular a temperatura interna dos ambientes, pois o gesso presente em sua composição é higroscópico. Ou seja, tem a capacidade de absorver a umidade do ar. “Agora, quando combinadas as paredes de drywall com a lã de PET, o nível de isolamento térmico é potencializado”, afirma Rosângela Arnandes, técnica da Trevo Drywall.

Outra vantagem de construir com drywall e lã de PET é a possibilidade de calcular diferentes níveis de isolamento térmico conforme a área da casa – por exemplo, onde incide mais ou menos luz solar. “Ao contrário da alvenaria, o drywall possibilita executar paredes com diferentes tipologias, e isso é muito útil quando você precisa determinar o tipo de desempenho que deseja para cada espaço”.

A sustentabilidade é outro ponto importante. Além de o sistema drywall – chapas, perfis e parafusos – ser 100% reciclável, a lã pode conter PET reciclado em sua formulação. É o que acontece, por exemplo, com a EcoFiber Wall, produto fabricado pela EcoFiber e distribuído pela Trevo Drywall.

“A EcoFiber Wall combina elevado desempenho térmico e acústico com proteção ao meio ambiente. Trata-se de um diferencial importante, sobretudo para as construtoras alinhadas às melhores práticas socioambientais”.

Qualificada junto ao Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H) e certificada de acordo com a ABNT (NBR 16.832), a EcoFiber Wall ainda apresenta outras vantagens, a exemplo da não propagação de chamas e elevada resistência à água. Também não retém umidade, tampouco deforma ao longo do tempo – trata-se de uma lã de PET extremamente maleável e com alto grau de resiliência.

“É muito fácil de instalar e, por não provocar alergia ou coceira, dispensa o uso de proteções especiais durante o manuseio. Ou seja, bastam as EPIs convencionais”, completa Rosângela.

Sobre a Trevo Drywall
Fundada em 2008, a Trevo Drywall é a única fabricante brasileira de drywall cujos produtos – chapas standard (ST), resistentes à umidade (RU) e ao fogo (RF) – são auditados pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), órgão responsável pela criação da norma que baliza a produção de drywall no Brasil. Com fábrica de ponta em Juazeiro do Norte (CE), a Trevo Drywall também fornece outras matérias-primas para a construção a seco, como placas cimentícias, massas e perfis.

Website: http://www.trevodrywall.com.br

Artigo de