Voltar a escutar bem: mais do que um sentido, uma necessidade durante tempos de distanciamento social

São Paulo SP 1/9/2020 – Escutar bem é uma necessidade para as pessoas interagirem melhor umas com as outras, mesmo com o distanciamento social.

Escutar bem não se trata mais da pessoa ter um dos seus sentidos funcionando normalmente, mas é uma necessidade para as pessoas interagirem melhor umas com as outras, mesmo com o distanciamento social.

De acordo com a OMS, 466 milhões de pessoas sofrem de perda auditiva com marcas de invalidez.¹ Segundo o Instituto Locomotiva, 10,7 milhões de brasileiros possuem algum grau de perda auditiva.² A perda auditiva pode causar uma dificuldade para entender o que as pessoas falam e criar barreiras na comunicação, o que afeta tanto quem tem a deficiência, como também pode afastar as pessoas do convívio diário. Nessa época de distanciamento social, as relações e interações como uma conversa, ouvir a voz de uma pessoa amada ou uma videochamada com um ente querido se tornaram mais valorizadas. Por isso, escutar bem não se trata mais da pessoa ter um dos seus sentidos funcionando normalmente, mas é uma necessidade para as pessoas interagirem melhor umas com as outras, mesmo com o distanciamento social.

Embora muitas pessoas pensem que a pessoa surda faz uso da LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) como solução para conseguir se comunicar, é importante ressaltar que a maior parte da população brasileira não se comunica por esse meio e, muitas vezes nem conhece como funciona uma língua de sinais. Segundo o Instituto de Locomotiva, 91% perderam a audição ao longo da vida², o que significa que a maioria das pessoas com deficiência auditiva desenvolveu a linguagem oral e fazia uso dela e posteriormente apresentou a perda auditiva. Além de todos esses fatos já citados, vale ressaltar que atualmente a tecnologia auditiva avançou para que a grande parte da população com deficiência auditiva possa se beneficiar de seu uso. Um exemplo de tecnologia auditiva são os aparelhos auditivos, para que as pessoas voltem a escutar bem e a interagirem com as pessoas da maneira como estavam acostumadas antes da perda auditiva.

Em entrevista com novos usuários de aparelhos auditivos, observa-se que muitas pessoas relatam passar por experiências bem parecidas com a do sr. Claver Gioppo, que relata ter melhorado não só sua qualidade de vida, mas a de pessoas ao seu redor, depois que começou a usar os aparelhos auditivos. Em entrevista à Yes Aparelhos Auditivos, empresa que revende os aparelhos auditivos da Argosy, ele relata como se sente: “Usando o aparelho, sem problema! Às vezes, levando bronca da minha esposa, pois quando não uso, ela diz que eu não respondo o que ela pergunta. Era um escapatório, mas… Agora não tenho desculpa. O aparelho fez bem também para outras pessoas.”

A Argosy é uma empresa do Grupo Suíço Sonova, fabricante no mundo de produtos audiológicos. No Brasil é reconhecida por mais de 350 parceiros por sua excelência no atendimento e suporte constante em diversas áreas como: vendas, negócios, marketing, eventos e capacitação. Com uma equipe composta por profissionais altamente treinados e experientes que proporcionam um atendimento personalizado. Unidos pela força de trabalho, o objetivo da Argosy é possibilitar aos parceiros destaque no mercado com a avançada tecnologia Vista.

https://www.argosy.com.br/
0800 010 2000
[email protected]

¹ Organização Mundial de Saúde, 2020: https://news.un.org/pt/story/2020/03/1705931#:~:text=A%20ag%C3%AAncia%20da%20ONU%20estima,e%20os%20custos%20da%20sociedade.
² Instituto Locomotiva: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-10/brasil-tem-107-milhoes-de-deficientes-auditivos-diz-estudo#:~:text=Desse%20total%2C%202%2C3%20milh%C3%B5es,foi%20antes%20dos%2050%20anos.

Website: https://www.argosy.com.br/

Equipe Dino