Mocidade Alegre comemora 53 anos com missa e 24 horas de Samba.

Escola prepara grandes eventos em suas redes sociais para comemorar a data

No dia 24 de setembro de 1967, surgia oficialmente o Grêmio Recreativo Mocidade Alegre. Isso mesmo meu povo! “Morada do Samba”, termo este criado por um integrante da escola chamado Argeu, mas, a história desta agremiação começa bem antes desta data.

Tudo começa com a chegada do Sr. Juarez da Cruz no ano de 1948, que veio de Campos no Rio de Janeiro. Após dois anos de sua chegada em Sampa Juarez da Cruz, seu irmão Salvador da Cruz e mais dois amigos resolvem brincar o carnaval vestidos de mulher. Saíram no sábado e só retornaram na quarta de cinzas.

A partir deste evento surge o “Bloco das Primeiras Mariposas do Bom Retiro”.

No ano de 1969, o bloco carnavalesco passa a ser escola de samba e Sr. Juarez da Cruz torna -se o primeiro Presidente com sua primeira sede e quadra inaugurada no dia 17 de julho de 1970 na Avenida Casa Verde.

No ano de 1972 Sr. Juarez cria o evento 24 horas de samba que permanece até os dias atuais.

O carnaval de São Paulo surge oficialmente na gestão de Faria Lima, que organizou junto a federação espaços com arquibancadas para que o público pudesse apreciar o espetáculo. Tudo isto aconteceu até o ano de 1976 na Avenida São João, no ano de 1981 o carnaval migra para a Avenida Tiradentes e finalmente em 1991 para o Sambódromo de São Paulo, de lá para cá a Morada do Samba, sempre esteve presente fazendo seus espetáculos.

A Escola transmitirá em suas redes sociais hoje a partir das 20 horas missa em comemoração pelo Aniversário.

A Agremiação também está preparando para sábado as 24 Horas do Samba, evento tradicional da comunidade, este ano devido a pandemia vai acontecer em formato de live.

Parabéns a toda comunidade da Mocidade Alegre pelos 53 anos.

Andréa Gadelha