Desfiles nota 10: Vai-Vai – Simplesmente Elis, simplesmente inesquecível.

Reprodução TV Globo

Quando o Vai-Vai chegou à concentração, sendo a penúltima escola a desfilar em 2015, para apresentar o enredo:

Simplesmente Elis – A fábula de uma voz na transversal” todos os componentes sabiam que estavam prestes a entrar para história.

A escola era considerada uma das favoritas ao título, havia uma grande expectativa de como seria contada a vida de Elis Regina, já que o samba era considerado um dos melhores da safra, e a composição apresentou uma costura de varias músicas que Elis deu vida com sua bela voz, mostrando a todos que aquele não seria mais um enredo que apresenta apenas a vida do homenageado de forma linear, e foi o que de fato aconteceu, para encanto de todos o Vai Vai seguiu outra linha, retratando Elis Regina através de suas obras, surpreendendo a todos.


A força da comunidade do bexiga na pista, sua torcida vibrante nas arquibancadas, aliada ao samba enredo, criaram uma sinergia no Anhembi, que poucas vezes foram vistas.

O desfile conseguiu reunir emoção e talento para conquistar o público e uma técnica perfeita para agradar aos jurados. Durante todo o tempo o Anhembi ficou fascinado com a forma que a carreira de Elis foi apresentada, desde a comissão de frente, com a presença de Maria Rita até a bateria de Mestre Tadeu, que deu um show a parte e valorizou ainda mais a harmonia, passando por cada um dos componentes cantando a plenos pulmões o samba, e o refrão

Reluziu seu canto ecoou, no meu Brasil cantora igual jamais se ouviu, Saracura a cantar, bem mais feliz Simplesmente Elis

ecoou, se unindo ao bailar das bandeirinhas distribuídas por todas as arquibancadas.


O Vai-Vai encerrou sua apresentação aclamada pelo público aos gritos de: “É campeã”, com um desfile que entrou para história pela ousadia, provando mais uma vez que é possível emocionar o público e agradar aos jurados.


Na apuração a contemplação, com 26 notas 10 e apenas um 9,9 entre as notas válidas, a comunidade do Bexiga conquistou seu decimo quinto título, de forma inesquecível.

Reprodução TV Globo

Artigo de ,

Lucas Torres